sábado, 27 de fevereiro de 2016

Para que serve um Governo?



Boa noite, voltei depois de alguns dias.

Me desculpem por não ter atualizado nos últimos dias, mas tive com uma agenda muito apertada! Estive com minha filha no hospital para que ela pudesse fazer um exame. Ela ficou internada por 05 dias para fazer um diagnóstico do vídeo EEG no Hospital Santa Luzia. Depois tive que preparar as malas para ir a cidade de Neuquen na Argentina para participar da Conferência Arena Jovem da Argentina. Tive a oportunidade de pregar pela primeira vez em uma conferência. 

Mas vamos aos fatos! Esta semana foi uma semana intensa! O Governador Rodrigo Rollemberg vetou o projeto que garantia alguns direitos às pessoas com eplepsia, inclusive neste projeto incluímos o Canabidiol na lista medicamentos fornecidos pela Secretaria de Saúde. O veto foi sugerido pelo Secretário de Saúde, já a Procuradoria-Geral do DF recomendou a sanção. A justificativa apresentada pelo foi que não tinha previsão orçamentária para custear a compra deste medicamento. Bem quero aqui explicar rebater esta argumentação pois eu destinei uma emenda orcamentaria no valor de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) para compra de medicamentos do programa de atendimento a pessoa com eplepsia, inclusive inclui no Plano Plurianual as metas as previsões para os próximos 04 anos. Todas estas emendas foram aprovadas e sancionada pelo Governador. Outra incoerência é apresentada quando a Secretaria abriu um processo de compra emergencial do Canabidiol para atender algumas decisões judiciais. O projeto de Lei só facilitaria a vida dos pacientes que tem indicação médica bem como autorização da ANVISA para que houvesse a importação. 

Agora eu não consigo entender uma coisa, como a Secretaria de Estado de Saúde abre um processo de compra emergencial para atender uma decisão judicial sugeriu o veto total do projeto de Lei? Esta atitude só atrapalha a vida dos pacientes que necessitam do medicamento.

Outra coisa é que no ano passado destinei R$ 600.000,09 (seiscentos mil reais) para compra de dois equipamentos para realizar o exame de vídeo EEG para a rede Pública. O processo se quer foi instalado e a Secretaria perdeu o recurso. Mas inconformado com isso consegui uma doação de um aparelho, para ser instalado no Hospital de Base. Talvez vocês estão se perguntando, e aí foi instalado? A resposta é NÃO, porque a Secretaria de Saúde não conseguiu fazer uma reforma de R$ 10.000,00 (dez mil reais) para adaptações na enfermaria no Hospital de Base. Com isso me pergunto, qual o compromisso dos atuais gestores com as pessoas que necessitam da Rede Pública de Saúde? Esse é só mais um exemplo do descaso dos gestores!

Bem, na próxima semana o Grupo chamado Mães da Eplepsia vai Faer uma manifestação na próxima 3ª para pedir a derrubada do veto deste projeto! Acredito que os meus colegas vão derrubar o veto, pois a CLDF tem sido sensível aos clamores da população do DF!

Abraços e voltamos em breve!

Deputado Rodrigo Delmasso

Nenhum comentário:

Postar um comentário