quinta-feira, 30 de abril de 2015

Minha quinta-feira 30/04


Em minha quinta-feira tive diversas atividades. Entre elas, a reunião Ordinária da Comissão de Fiscalização, Governança, Transparência e Controle, na qual falei que infelizmente o Plano Distrital de Enfrentamento ao Crack e outras Drogas, não é um programa eficiente, pois a família precisa receber tratamento junto com o viciado.

À tarde, em Plenário, falei novamente sobre a crise e conclamei os deputados a produzirmos um projeto de governança, juntos,  para tirar o DF desta situação. Agora é hora de nos despirmos de bandeiras e partidos e nos vestirmos com a roupa da sociedade. Logo após a sessão solene, continuei os trabalhos no gabinete atendendo à população e envolvido com despachos internos.

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Minha quarta-feira 29/04


Meu dia começou em um agradável café da manhã com meus amigos taxistas, no Núcleo de Apoio do Aeroporto. Poucos sabem, mas eu tinha um tio que era taxista e desde cedo, a profissão e suas peculiaridades me chamavam a atenção. Hoje, sou solidário às causas deles e trabalho para que tenham melhores condições de trabalho. Anunciei ontem que o aplicativo Uber agora é proibido no Brasil, o que vai acabar com a concorrência desleal. Outra bandeira levantada no evento, foi o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes e falei da nossa conquista na CLDF, de conseguirmos constituir uma comissão para investigar crimes de pedofilia no DF.

À tarde, em Plenário, falei da crise que o Brasil e Brasília estão vivendo. Tivemos o maior índice de desemprego dos últimos tempos. Quando chegam as contas ao fim do mês, o baque é imediato, tudo aumentou. Perguntei aos meus colegas deputados o que faremos a respeito, se vamos ficar parados, atônitos, apenas observando. Precismos nos unir, sentar e elaborar um projeto de resgate de Brasília.

À noite, realizamos a Audiência Pública para discutir os problemas do Shopping Popular de Ceilândia. Foi uma oportunidade excelente para ouvir os feitantes e seus representantes e estavam presentes cerca de 200 pessoas. Precisamos aumentar o comércio nas feiras, por isso apresentei um projeto para que o governo invista em campanhas de promoção e divulgação desses locais.

terça-feira, 28 de abril de 2015

Minha terça-feira 28/04


Na manhã desta terça-feira continuei minha aproximação com a categoria da construção civil, pois estou realmente preocupado com o rumo que este setor está tomando no DF. Estive com os trabalhadores da construção civil e falei com o presidente do sindicato, Edgard Viana. A reclamação é a mesma dos empresários. O desaquecimento da economia que tem gerado desemprego. Me comprometi a ajudar e o primeiro passo será estimular o GDF a retomar as obras públicas.

Comecei minha tarde participando de reunião semanal do Colégio de Líderes da Câmara Legislativa, fui à Sessão Solene em seguida, e lá,  o meu apelo foi para que governo contrate logo os professores aprovados em concurso público. Esta situação da falta de professores já está insustentável na nossa cidade.

No começo da noite, iniciei uma série de atendimentos no nosso gabinete, que seguiram até mais tarde.

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Minha segunda-feira 27/04

Em geral, nas segundas-feiras eu trabalho mais internamente, aqui no gabinete mesmo, mas hoje, ainda tive mais compromissos externos que o comum, encontros inadiáveis, como a reunião no Sinduscon, sobre a qual falarei mais à frente.

Após fazer alguns atendimentos logo no primeiro horário, cantei parabéns aos aniversariantes do mês que trabalham conosco no gabinete. O pessoal aqui trabalha muito, mas sabe valorizar as datas importantes da vida, mesmo em um curto espaço de tempo, mas, com intensidade.

Na parte da tarde, continuei a resolver questões internas, e ao findar o dia, desci ao Plenário para participar da Audiência Pública para discutir a situação das feiras do DF. Uma causa que estou completamente inteirado, pois as feiras são locais que frequento há anos, sempre levantando demandas e ouvindo os comerciantes. Eu realmente me sensibilizo com as inúmeras dificuldades que eles enfrentam. Na audiência, falei sobre o meu Projeto de Lei criado para destinar 2% da verba publicitária do GDF  para divulgação das feiras da cidade, pois afinal, feirante precisa é de clientes, antes de tudo, e a divulgação de seus produtos e serviços é fundamental.

Já à noite, fui ao Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) para ouvir as necessidades desta categoria. Conversei com o presidente do sindicato,  Luiz Carlos Botelho, que falou das dificuldades enfrentadas pelo setor, com as demissões em massa e a falta de circulação de renda. Fiquei impressionado com o número de trabalhadores que perderam seus empregos, segundo ele, e mais ainda com a previsão de queda no setor, pois caso não haja uma intervenção, de 90 mil funcionários que tínhamos na construção civil no DF, chegaremos em outubro com apenas 25 mil. Me coloquei à disposição para representa-los em suas causas e já estou trabalhando nisto, juntamente com minha equipe técnica.


domingo, 26 de abril de 2015

Meu sábado no Gama - 25/04



Passei o sábado no Gama, cidade onde fui várias vezes durante a campanha eleitoral, tanto nas feiras e comércios, quanto nas casas. Um local onde as pessoas são muito receptivas e crentes, crentes em um futuro melhor. Foi muito bom reencontrar amigos que fiz por lá, gente como a gente, que gosta de receber visitas e abre as portas de casa, na esperança de um futuro melhor.

A primeira visita foi na Borracharia do Paulinho, visitando os funcionários e a proprietária Terezinha, onde agradeci o voto e apoio durante a campanha. Na Lanchonete Flor da Pele, voltei para agradecer o carinho deste povo querido. Na casa da dona Celinê, agradeci novamente e ouvi as demandas desta família.

Continuando a caminha na cidade, fui à Elétrica Gama, agradeci o apoio da Márcia, depois segui para a Casa dos Eletricistas e fui muito bem recebido por clientes e funcionários. Encerrei a manhã em um almoço na casa da Simone e do Marcelo, uma família extraordinária.