segunda-feira, 27 de abril de 2015

Minha segunda-feira 27/04

Em geral, nas segundas-feiras eu trabalho mais internamente, aqui no gabinete mesmo, mas hoje, ainda tive mais compromissos externos que o comum, encontros inadiáveis, como a reunião no Sinduscon, sobre a qual falarei mais à frente.

Após fazer alguns atendimentos logo no primeiro horário, cantei parabéns aos aniversariantes do mês que trabalham conosco no gabinete. O pessoal aqui trabalha muito, mas sabe valorizar as datas importantes da vida, mesmo em um curto espaço de tempo, mas, com intensidade.

Na parte da tarde, continuei a resolver questões internas, e ao findar o dia, desci ao Plenário para participar da Audiência Pública para discutir a situação das feiras do DF. Uma causa que estou completamente inteirado, pois as feiras são locais que frequento há anos, sempre levantando demandas e ouvindo os comerciantes. Eu realmente me sensibilizo com as inúmeras dificuldades que eles enfrentam. Na audiência, falei sobre o meu Projeto de Lei criado para destinar 2% da verba publicitária do GDF  para divulgação das feiras da cidade, pois afinal, feirante precisa é de clientes, antes de tudo, e a divulgação de seus produtos e serviços é fundamental.

Já à noite, fui ao Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon) para ouvir as necessidades desta categoria. Conversei com o presidente do sindicato,  Luiz Carlos Botelho, que falou das dificuldades enfrentadas pelo setor, com as demissões em massa e a falta de circulação de renda. Fiquei impressionado com o número de trabalhadores que perderam seus empregos, segundo ele, e mais ainda com a previsão de queda no setor, pois caso não haja uma intervenção, de 90 mil funcionários que tínhamos na construção civil no DF, chegaremos em outubro com apenas 25 mil. Me coloquei à disposição para representa-los em suas causas e já estou trabalhando nisto, juntamente com minha equipe técnica.


Nenhum comentário:

Postar um comentário