sábado, 18 de janeiro de 2014

Mais de seis mil crianças ficam fora da escola

Pouco mais de seis mil crianças de até cinco anos de idade não conseguiram se matricular no ensino infantil da rede pública do DF, segundo informações da Secretaria de Educação. Isso corresponde a 31% do total de 19,7 mil solicitações por vagas feitas pelo serviço de telematrícula.
Segundo a pasta, a lei determina que 100% dos alunos da Educação Básica e dos ensinos Fundamental e Médio sejam atendidos pela rede pública, mas não há a mesma lei para o Ensino Infantil. Porém, os pais podem aguardar a abertura de novas vagas. 
Segundo a secretaria, 43 das 112 creches em construção no DF devem ser inauguradas no primeiro semestre deste ano e outras 69 até o fim de 2014. 

Remanescentes

Para os alunos da Educação Infantil e ensinos Fundamental e Médio, o prazo para vagas remanescentes terminou ontem. Os postos de estudo foram disponibilizados seis dias após o encerramento do período de confirmação das telematrículas da rede pública, que haviam sido solicitadas em outubro do ano passado. 
Por quatro dias, centenas de pais se aglomeraram em frente a escolas na tentativa de matricular o filho. Boa parte deles buscava vaga para crianças menores de cinco anos. Muitos chegaram a dormir na fila, mesmo sem ter a garantia de que conseguiriam. 
Segundo a Secretaria de Educação, as vagas remanescentes foram para pais que não conseguiram vaga ou perderam o prazo durante o período de matrícula. Em um primeiro momento, os alunos conseguiram se matricular em escolas perto de casa ou do trabalho dos pais. Já no período de remanescentes, as vagas eram para qualquer escola. 
Uma nova tentativa de vaga próximo à residência é no período de transferência, que ocorre no início do ano letivo, em fevereiro. 

Números
Em 2013, a rede pública de ensino do DF tinha 446.337 alunos, segundo o Censo Escolar do Ministério da Educação. O número representou uma redução de 2,4% no número de matrículas em relação a 2012, que teve 456.919 alunos matriculados.

Saiba Mais
A quantidade de vagas oferecidas variou de acordo com a escola escolhida, uma vez que elas são oriundas da não efetivação de matrícula dos que agendaram pelo Telematrícula.
Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

Nenhum comentário:

Postar um comentário