segunda-feira, 30 de setembro de 2013

TRE-DF recadastra 49% dos eleitores



Até agora, a seis meses do prazo final, menos da metade dos eleitores do DF (49,6%) fez o procedimento obrigatório. O prazo termina no dia 31 de março de 2014 e o TRE recomenda que os eleitores procurem os cartórios eleitorais para evitar as filas de última hora

Brasília - O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) promoveu hoje (28) mais um mutirão de recadastramento. Até agora, a seis meses do prazo final, menos da metade dos eleitores do DF (49,6%) fez o procedimento obrigatório. O prazo termina no dia 31 de março de 2014 e o TRE recomenda que os eleitores procurem os cartórios eleitorais para evitar as filas de última hora.

Se não regularizar a situação até o fim do prazo, o eleitor terá o título cancelado. Com isso, terá problema para fazer matrícula em colégios ou faculdades, receber salário e solicitar passaporte, empréstimos, pensão ou aposentadoria, além de não poder votar. Neste sábado, 7.276 eleitores compareceram para fazer o recadastramento.

“Muita gente tem atrasado. Começamos com este cartório muito lotado, mas as pessoas agora estão vindo menos. O agendamento está sendo feito, mas as pessoas estão faltando muito. Isso tem feito com que a gente tenha interesse de vir aos sábados para facilitar o recadastramento, que deve ser agendado”, diz Sandra Regina da Silva Gonçalves, chefe de cartório (da 14ª Zona Eleitoral). Segundo ela, se os eleitores deixarem de comparecer para fazer o recadastramento, talvez sejam necessários mutirões também aos domingos e não só em sábados alternados, como têm ocorrido.

Há 1.864.186 eleitores no Distrito Federal, segundo o TRE, e o atendimento tem sido feito mediantes agendamento. Caso o eleitor não tenha marcado um dia para o recadastramento, existem unidades estruturadas para receber, com tranquilidade, eleitores que não fizeram o agendamento e preferem se dirigir diretamente aos locais de atendimento, como o posto eleitoral avançado que funciona na sede do tribunal, ao lado da Câmara Legislativa.

Luciene Pereira Rosa, auxiliar administrativo, aproveitou o mutirão para fazer o título de eleitor por ter completado 18 anos. Ela aprova o esforço do TRE de oferecer aos eleitores o sábado, já que durante a semana muitas pessoas têm dificuldade em razão do emprego ou de atividades escolares. Bem humorada, recomendou que os eleitores se apressem para não enfrentar problemas. “Brasileiro deixa tudo para a última hora. Eu mesma sou assim. Eu tenho 18 anos e acho que estava passando da hora de tirar o título. Acho importante a utilização da tecnologia para garantir maior segurança aos eleitores”, disse.

Raimundo Silva Araújo, repositor, contou que está aliviado por ter feito o recadastramento. Para ele, só no fim de semana o procedimento seria possível. “Achei bom o mutirão. E também gostei de saber que com as informações digitalizadas, aumenta a segurança. Vai evitar dor de cabeça no futuro”.

O eleitor pode fazer o agendamento pela internet, no site do TRE-DF, ou pelo telefone 3048-4000, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. No dia do comparecimento à unidade de atendimento, ele deverá apresentar o título de eleitor antigo e, obrigatoriamente, um documento de identificação e um comprovante de residência, todos originais.
 
Fonte: Brasil247

Nenhum comentário:

Postar um comentário