sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Derrota vergonhosa para o Brasil - Dilma sanciona o aborto

O preço da omissão. Anunciado pelo Planalto que o PLC 03/2013 foi sancionado por Dilma Rousseff na íntegra contrariando acordos de campanha e compromissos com segmentos religiosos e acima de tudo, com a vida


abort1.jpg
A omissão impera no país. Os líderes que deveriam ser profetas se calaram.
Cantores com toda sua influência quando tiveram oportunidade de clamar, se calaram.
A sociedade, base da democracia, se calou.
Os parlamentares, legisladores, os legítimos representantes eleitos para defender a vida, como exige a Constituição, se calaram.
O resultado aí está. "O Congresso, de forma unânime, decidiu transformar em lei portaria do Ministério da Saúde que garante atendimento humanizado a vítimas de estupro" disse com todas as letras o ministro abortista Padilha há pouco em coletiva no Palácio do Planalto. O inferno agora está em festa pelo sangue inocente que será derramado neste país. Esse é o preço da omissão.
"O Congresso, de forma unânime, decidiu transformar em lei portaria do Ministério da Saúde que garante atendimento humanizado a vítimas de estupro" disse com todas as letras o ministro abortista Alexandre Padilha.
"A sanção do PLC 03/2013 pela Presidenta Dilma Rousseff representa, antes de tudo, respeito ao Congresso Nacional que o aprovou por unanimidade nas duas casas" disse a ministra abortista Eleonora Menicucci.
"A sanção foi precedida por uma série de diálogos e consultas com diversos setores" disse o ex-seminarista e abortista Gilberto Carvalho.

Fonte: Fé em Jesus

Um comentário:

  1. Que Deus proteja este País, pois nossos governantes estão cada vez piores!

    ResponderExcluir