quinta-feira, 4 de julho de 2013

DF e GO assinam consórcio para tratamento do lixo




Isabel Freitas, da Agência Brasília – Os governos de Goiás e Distrito Federal assinarão, na próxima semana, o primeiro consórcio entre estados brasileiros para elaborar um plano de gerenciamento de resíduos sólidos.

O anúncio foi feito após reunião entre os governadores do DF, Agnelo Queiroz, e de Goiás, Marconi Perillo, no Palácio do Buriti.

“A ideia é elaborar uma política integrada para o gerenciamento dos resíduos sólidos, e o consorcio viabilizará essas soluções, porque o lixo não tem fronteira. O DF ajudará municípios menores que não teriam condições de atender às exigências”, explicou o secretário de Governo, Gustavo Ponce de Leon.

Representantes do DF e de 20 cidades pertencentes à Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno estarão presentes na assembleia de instalação do Consórcio Público de Manejo de Resíduos Sólidos e das Águas Pluviais da Região Integrada do DF e Goiás.

“Este é um grande desafio para os estados, porque precisamos pensar em desenvolver uma gestão integrada dos resíduos sólidos para que este não se torne um problema ainda maior”, complementou o secretário do Meio Ambiente, Eduardo Brandão.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos, em vigor desde 2010, determina que em agosto de 2014 nenhuma cidade do Brasil poderá ter lixão e, para receber recursos do governo federal para investimento na área, é necessária a apresentação do respectivo plano de gestão.

“O DF com certeza atenderá ao prazo, pois estamos avançados. A licitação para construção do aterro sanitário já está aberta, e estamos nos preparando para lançar o edital para a construção de galpão de triagem e de depósitos para resíduos da construção civil”, adiantou Gustavo Ponce de Leon.

O consórcio também trata da drenagem e manejo das águas pluviais.

Fonte: Brasil247

Nenhum comentário:

Postar um comentário