terça-feira, 7 de maio de 2013

Salomão e o matrimônio gay.

 GRANDE SÁBIO

Enquanto isso, em 950 a.C., no palácio do Rei Salomão:

     — Majestade, esses dois homens requerem vossa autorização para unirem-se em matrimônio.

     — Matrimônio? Aquele consórcio derivado do vocábulo que os romanos inventarão no futuro para referir-se à “mãe”?

     — Não sei, Majestade. Vossa Alteza é que sois o sábio aqui.

     — Certo, certo. Hum. Não ficariam satisfeitos apenas com um documento reconhecendo sua união civil?

     — Não, Majestade. Eles querem um matrimônio; e que seja realizado no templo.

     — Entendo. Façais o seguinte: ponde-os em cativeiro, se eles conseguirem se reproduzir, libertai-os e deferi a petição.

     — Sim, Vossa Majestade.
 
Fonte: Blog Mario Fortes

Nenhum comentário:

Postar um comentário