quarta-feira, 3 de abril de 2013

Direitos Humanos aprova requerimento que limita acesso às reuniões da comissão





A Comissão de Diretos Humanos aprovou há pouco requerimento para que todas as reuniões da comissão sejam restritas aos parlamentares, servidores e à imprensa. A iniciativa do presidente do colegiado, deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), justifica-se por conta das fortes manifestações contra ele que ocorrem neste momento e em todas as últimas reuniões da comissão. Feliciano argumentou que a restrição ao acesso é a única maneira de dar prosseguimento aos trabalhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário