segunda-feira, 1 de abril de 2013

CPI da Exploração Sexual promove duas audiências nesta semana

A CPI da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes promove duas audiências públicas nesta semana.
Amanhã, às 14h30, será ouvido o diretor da Área de Qualidade, Meio Ambiente, Segurança, Saúde Ocupacional e Responsabilidade Social do Consórcio Construtor de Belo Monte, Antonio Carlos Oliveira. Ele vai trazer informações sobre a denúncia do Conselho Tutelar de Altamira (PA) de que 12 jovens eram forçadas a se prostituir em uma boate localizada próximo ao sítio Pimental, um dos canteiros de obras da Usina Hidrelétrica Belo Monte. Atualmente, 20 mil operários trabalham na construção.
Segundo a representante do Movimento dos Atingidos por Barragens, Alexania Rossato, foi verificado um aumento de 18,5% no número de crimes sexuais nos 11 municípios próximos ao empreendimento. Em Altamira, que é o município mais próximo e mais atingido, o aumento foi de 75%. A população da cidade aumentou de 99 mil para 145 mil habitantes em dois anos (2010/2011).
A audiência será no plenário 13 da Câmara.

Obras da Copa
Na quarta-feira (3), também às 14h30, a CPI ouve o gerente-executivo da Unidade de Desenvolvimento Sustentável do Banco do Brasil,Wagner de Siqueira Pinto; o superintendente nacional de Assistência Técnica e Desenvolvimento Sustentável da Caixa Econômica Federal, José Carlos Medaglia Filho; e um representante do Banco Nacional do Desenvolvimento.
Eles virão falar sobre as políticas dessas instituições para financiar grandes obras e os custos sociais gerados, como as violações de direitos de crianças e adolescentes nos locais. A autora do requerimento da audiência, deputada Erika Kokay (PT-DF), cita como exemplos as obras para a Copa das Confederações e a Copa do Mundo.
O local da audiência ainda não foi definido.

FONTE: Agência Câmara Notícias


Nenhum comentário:

Postar um comentário