quinta-feira, 21 de março de 2013

Legalização do Aborto está na pauta do Senado

Tanto o relator da reforma do Código Penal, senador Pedro Taques (PDT-MT), quanto o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) defenderam um debate o mais aberto possível sobre o aborto na comissão que estuda a reforma do Código Penal. Ao comentar a manifestação do Conselho Federal de Medicina (CFM) favorável à possibilidade de interrupção da gravidez até o terceiro mês de gestação (12 semanas), restrita a algumas hipóteses, os dois senadores recomendaram que qualquer decisão deve ser tomada levando em consideração o "princípio da defesa da vida". O prazo das doze semanas está previsto no anteprojeto em estudo na comissão.

video

A Frente Parlamentar da Família realiza ato público, na próxima terça-feira (26), contra proposta defendida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) de mudança do Código Penal para permitir o aborto até a 12ª semana de gestação. A informação é da assessoria do senador Magno Malta (PR-ES), que preside a frente.
- [A alteração na lei] promove a morte em série no Brasil; os abortistas estão batendo palma – criticou o senador.
O aborto é permitido no Brasil apenas em caso de estupro, quando há risco de vida para a gestante ou quando o feto é anencéfalo.
Fonte: Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário