sábado, 3 de novembro de 2012

Veja como se prevenir de sequestros relâmpagos


O sequestro relâmpago constitui-se numa modalidade criminosa, na qual os autores dominam as vítimas para roubar dinheiro em espécie, talonários de cheques, automóvel, cartões de crédito, bancários, etc.
 
  
Locais propícios:
 
    - Vias pouco movimentadas: locais com pequena movimentação de veículos e pessoas, onde normalmente a comunicação de um possível crime as autoridades competentes fica comprometida, facilitando a ação dos marginais.
   - Chegada e saída de residências: local gerador de inúmeros sequestros-relâmpagos, principalmente se for pouco movimentado ou mal iluminado.
   - Semáforos: local atrativo para os autores, pois os veículos localizados na primeira fila, quase sempre estao livres de obstáculos que possam dificultar a fuga.
   
 Como evitar:
 
   - Ao sair de casa, procure comunicar a parentes a chegada nos respectivos locais. Agindo de tal forma, voce estará estabelecendo uma rotina de segurança.
   - Procure andar acompanhado evitando lugares desertos ou mal iluminados que possam facilitar a ação criminosa.
   - Desconfie de pessoas que se aproximem, principalmente à noite, para pedir qualquer tipo de informação.
   - Evite ostentar jóias, dinheiro ou cartões de crédito e bancários.
   - Evite portar, ao mesmo tempo, varios cartões de crédito ou bancários, Utilize apenas o essencial, pois em caso de sequestro o marginal não terá muitas opções.
   - Quando sair de um banco verifique se você está sendo seguido(a).
   - Ao retornar para o seu carro tenha as chaves à mão , a fim de facilitar o acesso ao veículo.
   - Se voce sentir que está sendo seguido(a) entre numa loja, banca de jornal ou qualquer outro local movimentado. Telefone para a Polícia Militar (190).
   - Ao chegar em casa mantenha a atenção na frente, laterais e nas esquinas próximas ao imóvel ou a garagem. O ideal é não estacionar de imediato.
   - Não reaja a qualquer tipo de crime, normalmente o marginal não atua sozinho.
  
Esperamos que não aconteça, mas se voce for sequestrado, siga as orientações abaixo.   Procure manter a calma:
 
   - Não seja um herói.
   - Assimile a situação e esteja preparado para esperar.
   - Qualquer açao brusca de sua parte pode causar uma reação por parte do sequestrador, que normalmente encontra-se muito nervoso.
   Os primeiros minutos são os mais perigosos:
   - A sua atitude durante o período em que permanecer como refém poderá significar a a razao de estar vivo ao final do sequestro.
   - Após algum tempo o sequestrador fica mais consciente de suas emoções e de sua situação.
  
 
Não fale, a menos que fale com você:
  
   - Considere a escolha de palavras antes de de falar( voce pode irritar o sequestrador ).
   - Nao converse com outros reféns. Se conversar, não pare se o sequestrador olhar para você, ele poderá pensar que voce esta conspirando uma situaçao.
   - Se falarem com voce nao seja excessivamente amistoso, pode soar como hipocresia ( falso, mentiroso ). Fale devagar e consciente. Raciocine antes de falar.
   
Não ofereça sugestões:
 
   - O sequestrador pode intrpretar que voce está querendo lhe dar ordens, podendo gerar hostilidade e atos de violência.
   - Se sua sugestão for usada e alguma coisa der errado, o sequestrador poderá pensar que voce o fez de propósito e o verá como inimigo.
   Necessidades medicas:
   - Conte ao sequestrador sobre seus cuidados médicos. Voce provavelmete receberá tratamento, ele não quer perdê-lo, pois seu bem estar é uma garantia que ele possui.
   - Não simule doença ou contusão, isto destrói qualquer elo de confiança.
 
Em caso de uma ação policial, deite-se no chão, leve as mãos a cabeça e não faça nehum gesto abrupto.
 
Não reaja se for revistado e algemado. Siga as instruções da Policia. Assim que for possível informe a sua situação.
 
Segurança é fundamental para todos. Estas recomendações visam sobretudo, dar-lhe auto-proteção, dificultando assim, ações delinqüentes.
 
O ladrão, para cometer o crime, busca a oportunidade ideal, pois não deseja correr riscos desnecessários.
 
Quem dá ou cria essa oportunidade facilita a ação do criminosos.

Por: Elcio Estevam - Consultor de Segurança

Nenhum comentário:

Postar um comentário