quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Código Penal volta à debate e pastores e líderes evangélicos são convocados


A possibilidade de o aborto ser descriminalizado, o consumo da maconha liberado, as casas de prostituição legalizadas e a diminuição da idade para a relação sexual de 14 para 12 anos, o que seria legalizar a pedofilia no Brasil, dentre outras mudanças na lei que privilegiam os gays como o PL 122, provocaram a reação dos líderes evangélicos do país que começam a organizar uma força-tarefa para combater o mais agressivo ataque aos valores cristãos da história da nação.

Na quinta-feira, na Câmara e no Senado, deputados, senadores, pastores e líderes evangélicos começam a agir em defesa dos princípios da família brasileira sob ameaça dos que propõem o novo Código Penal que pode ser aprovado às pressas através do Projeto de Lei do Senado (PLS) 236/2012. E isso tudo em meio a uma campanha eleitoral e ao "recesso branco" do Parlamento, quando há poucos parlamentares presentes em razão da campanha nos municípios.
Neste blog estarei publicando todo o debate que ocorrerá amanhã na Câmara e no Senado e tenho a certeza da vitória em nome de Jesus. Estarei postando tamb´me no meu Twitter, @DelmassoDF todas as informações on-line direto do Congresso Nacional. 
Vamos à luta pois somos mais que vencedores.



Nenhum comentário:

Postar um comentário