quinta-feira, 10 de maio de 2012

Movimento Brasília Contra Pedofilia promove ações de combate a casos de violência sexual


Moção de Repúdio ao diplomata iraniano será entregue ao Senado e a Câmara Federal

O Distrito Federal está em 2º lugar no ranking de casos de pedofilia aqui no Brasil. Quase todos os dias os meios de comunicação divulgam histórias estarrecedoras sobre pessoas com mentes doentias que atacam nossas crianças. Dia 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e o Movimento Brasília Contra Pedofilia quer mostrar para a sociedade o que esta data representa.
Nesta dia, o Movimento Brasília Contra Pedofilia vai realizar uma “Blitz contra Pedofilia” na Rodoviária do Plano Piloto de 7h as 9h. Serão distribuídos informativos sobre o tema falando como identificar, prevenir e agir em casos de violência sexual. Logo depois, o coordenador do movimento, Rodrigo Delmasso, e todo o grupo seguem em direção a Comissão de Direitos Humanos do Senado Federal e, também, para a Câmara Federal, entregar nas mãos da relatora da CPI da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, Liliam Sá, a Moção de Repúdio contra o diplomata iraniano, Hekmotollah Ghorbani, de 50 anos, acusado de abusar de quatro meninas, com idade entre 9 e 15 anos, na piscina do Clube Vizinhança, na Asa Sul. O objetivo é impedir que este explorador de inocentes permaneça ou tenha trânsito livre dentro do nosso país.
Segundo a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), desde o início deste ano foram apreendidas 27 pessoas envolvidas em casos de abuso sexual contra menores. A delegada Valéria Martirena estima que este número possa evoluir para 60 pessoas presas até o final do ano, devido ao desenrolar das investigações.
Entre no nosso site www.brasiliacontrapedofilia.com.br e acompanhe essas e outras
ações do movimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário